(permanente primavera)

No meio disso tudo felizmente veio a primavera e você não pode imaginar que boa notícia é a primavera depois de um inverno longuíssimo. Logo que ela chegou passei uns dias meio boba, tomando qualquer sol que aparecia, farejando flor onde tivesse nascido. Uma das coisas que faço na Europa é mudar de estação.

Trecho de carta de Clarice Lispector – Berna, 23.06.47.

(só que eu agora não quero mudar de estação. nem nunca mais)

Anúncios

4 respostas em “(permanente primavera)

  1. Que trecho mais lindo! Deve ser do livro que ela troca cartas com Fernando Sabino, não?! “Cartas Perto do Coração”. O meu livro ficou em BH, que vontade que deu de relê-lo!

    Trecho escolhido a dedo! Adorei.

    beijos, querida

    • Pois meu livro também está longe, em Brusque (toda a minha biblioteca anda por lá), e também me deu vontade de relê-lo.
      Beijo, querida viajante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s