Diálogos #31

Hoje de manhã, falando com o Rafa ao telefone:

Daise: Rafa, estou com muuuuita saudade de ti e do teu irmão.

Rafa: Mas eu tô mais.

Daise: Ah, não. A minha saudade vai daqui até a Lua*.

Rafa: E a minha vai daqui até… até… até Marte. Indo e voltando mil vezes!

* Essa referência, essa medida de sentimento – ir e voltar até a Lua (ou a Marte, por conta do Rafinha) – tem origem num livrinho fofo que dei de presente pro pequeno e que se chama Adivinha quanto eu te amo. É um livro muito bonitinho, recomendo a leitura.

Guess how much I love you – Autor: Sam McBratney

Anúncios

7 respostas em “Diálogos #31

  1. Vc e esses enteados lindos… Mas quando virão os seus filhos pra se somar a esses amados filhos do coração? Vc tem tanto amor… :)
    Um beijo.

    • Dé, queria, logos eles vêm, para deixar nossa família ainda mais bonita e alegre. Por enquanto, vou curtindo esses dois lindos, fofos, amados, que já me fazem muito, muito feliz!

  2. Pois é… Vc sabe que eu, curtindo enteados (cinco) esqueci de ter filhos… Vieram os netos (agora já são quatro!) e minha história se fez assim: amando filhos alheios como se fossem meus… É a mágica da vida, né? Uma escolha ou um destino – não sei… Seja como for, realmente, não nos faz menos feliz. Um beijo pra vc, moça bonita.

  3. Pingback: Diálogos #32 « ipsis litteris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s