Amor demais

Ontem, o Rafinha estava se derretendo de amores pelo papai, todo carinhoso:

– Pai, mesmo antes de nascer eu já te amava. É impossível não te amar. Tu é o melhor pai do mundo.

Impossível não amá-los.

Anúncios

Uma resposta em “Amor demais

  1. Sendo assim, muiiito antes de conhecer estes dois fofos (Rafinha e Victor), já os amava. Tenho certeza que sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s